Principais vidrarias e materiais para laboratório cosmético

Conheça alguns dos principais itens necessários para montar um laboratório cosmético e criar formulações excepcionais

 

A manipulação de fórmulas cosméticas requer alguns equipamentos básicos, assim como diversos materiais para laboratório cosmético. Neste artigo irei mostrar as principais vidrarias e utensílios necessários para você montar o seu próprio laboratório cosmético.

As vidrarias de um laboratório de manipulação de cosméticos são, em sua maioria, instrumentos de vidro cristal ou temperado, para que as medidas sejam precisas e o recipiente não reaja com as diferentes substâncias presentes nas formulações. Assim, as vidrarias de seu laboratório devem ser tratadas com o maior cuidado possível, principalmente porque o vidro utilizado é mais trabalhado que quaisquer outros vidros (e por isso são também mais caros).

Existem também outros materiais para laboratório cosmético, como materiais de porcelana, de borracha ou plástico, e de metal. Os materiais de metal podem servir para suporte e manuseio das vidrarias.

 

1. Becker

O becker é uma vidraria de uso geral em laboratórios, servindo para dissolver substâncias, efetuar reações químicas, aquecer líquidos, entre outras funções. Essa vidraria é essencial em um laboratório cosmético. Ela é útil para dissolver matérias-primas (sólidas ou líquidas), fazer aquecimento (utilizando o bico de Bunsen ou uma manta aquecedora) e também atua como recipiente para homogeneização. Suas capacidades volumétricas mais comuns são de 50 a 400 ml, mas há alguns menores (5 ml) e outros bem maiores (5 litros). É quase impossível preparar uma emulsão cosmética sem o uso dessa vidraria. Apesar do becker ser uma vidraria com medidas volumétricas marcadas em seu copo, ele não é um instrumento de medição de volumes com precisão, sendo que para essas funções você irá precisar de outros materiais para laboratório cosmético.

 

2. Vidro de relógio

O vidro de relógio é utilizado para realizar a pesagem de substâncias não voláteis e não higroscópicas. Se trata de uma peça de vidro de forma côncava usada como auxiliar na pesagem de matérias-primas. Diferentemente do becker essa vidraria não pode ser aquecida diretamente. Uma dica de uso do vidro de relógio é a pré-homogeneização de pós em pequenas quantidades (como ativos e conservantes sólidos) antes de incorporá-los nas formulações. Seu formato côncavo permite que se faça a pré-dissolução de pós sem derramar.

 

3. Baqueta ou bastão de vidro

Pode parecer algo muito simples, mas ter uma baqueta (bastão de vidro) em seu laboratório cosmético irá evitar alguns transtornos como contaminação de formulações e reações indesejáveis com diferentes matérias-primas. A baqueta é utilizada para auxiliar na dissolução de substâncias e homogeneização, para manter líquidos em movimento (agitar) e para transferir líquidos de um recipiente a outro. Não se recomenda outro utensílio para essas finalidades pois, como a baqueta é feita de vidro, ela é mais fácil de limpar que outros materiais (como plástico e madeira) evitando contaminação e não causa reações químicas com os componentes presentes nas formulações cosméticas (algumas formulações podem reagir com metais, por exemplo).

 

4. Pipeta

Essa vidraria é utilizada para medição e transferência de volume de líquidos. A grande vantagem da pipeta graduada em laboratórios cosméticos é que ela permite medir volumes variáveis. Existem outros tipos de pipeta, como pipeta volumétrica, pipeta de Pasteur e micropipetas (para quantidades muito pequenas de líquido). A pipeta volumétrica permite apenas uma medida volumétrica, marcada por uma linha. Como nesse modelo é possível transportar apenas uma determinada quantidade de volume, ela não é a opção mais prática para seu laboratório cosmético. A pipeta graduada possui graduações diversas ao longo de seu corpo, possibilitando a sucção de variadas quantidades de volume. Ambas não podem ser aquecidas e apresentam precisão na medida de volumes se utilizadas da forma correta.

Outro tipo de pipeta que também funciona utilizando um sistema de vácuo é a Pipeta de Pasteur. Ela difere em relação às pipetas graduadas e volumétricas em seu material, que geralmente é plástico e não vidro, e na ausência de precisão de volumes. Geralmente são feitas de plástico e são descartáveis. A Pipeta de Pasteur é um utensílio utilizado para a realização de transferências de líquidos, e não medida de volumes. A Pipeta de Pasteur é uma pipeta bastante simples, que possui apenas a abertura inferior para entrada de líquido. Ela não possui abertura superior como ocorre na pipeta graduada, e sim um “balão” que permite trazer o líquido para dentro da pipeta por mecanismo de vácuo.

 

5. Termômetro

O termômetro é um dos materiais para laboratório cosmético que você precisa ter. Ele é utilizado para medir a temperatura de matérias-primas, misturas e formulações. Durante a manipulação de diversos cosméticos é preciso etapas de aquecimento. Mas para isso ocorrer de forma adequada será necessário controlar a temperatura do processo. Por isso os termômetros são importantes. O aquecimento é fundamental para que ocorra uma homogeneização eficaz de sistemas como cremes, loções e fotoprotetores, mas essa etapa é um dos pontos críticos do processo de manipulação cosmética. Não se deve aquecer o sistema em temperaturas acima de 80°C, por exemplo, principalmente se houver componentes de origem vegetal na formulação. Muitos dos componentes presentes em uma formulação cosmética são sensíveis e podem ser degradados caso a temperatura esteja muito elevada. Assim, verificar a temperatura durante o processo de manipulação com o uso do termômetro é essencial para a estabilidade da formulação final.

 

6. Almofariz com pistilo

O almofariz com pistilo (ou gral) é bastante usado na trituração e pulverização de sólidos em pequena escala. Eles podem ser feitos de materiais como vidro ou porcelana (os mais comumente encontrados são os de porcelana). Esses utensílios são utilizados na trituração e pulverização de matérias-primas cosméticas sólidas (pós) com a finalidade de reduzir o tamanho de partícula e facilitar a homogeneização, dissolução ou incorporação após adição nas formulações.

Uma das principais etapas do processo de manipulação de cosméticos consiste na homogeneização adequada dos componentes. Essa etapa influencia diretamente a estabilidade, a duração do produto e a manutenção de suas características iniciais. Reduzir o tamanho das partículas facilita a dissolução e/ou homogeneização das matérias-primas sólidas na formulação. Essa dupla de utensílios é muito importante para a etapa da mistura, um processo que influencia diretamente na qualidade das suas formulações.

 

7. Pisseta

A pisseta é um utensílio plástico utilizado para armazenar solventes como água destilada ou deionizada, álcool etílico hidratado 70º INPM, entre outros. Normalmente se utiliza a pisseta para a lavagem dos utensílios e materiais para laboratório cosmético. Seu uso facilita a lavagem de materiais e vidrarias, que devem ser adequadamente limpos para se evitar contaminação cruzada das formulações. Porém, a pisseta também pode ser usada para a transferência ou adição de líquidos (como a água destilada ou deionizada, por exemplo) quando a quantidade a ser aplicada não interferir no resultado final da formulação.

 

8. Espátula

Uma espátula é um utensílio de extremidade larga e plana geralmente metálico (aço inoxidável) ou plástico. Esse utensílio permite a transferência de substâncias sólidas e pastosas, sendo usado principalmente em pesagens. Também pode auxiliar na mistura de substâncias, porém seu principal uso é em pesagens de matérias-primas.

Existe ainda a espátula de borracha, também conhecida como pão duro. Esse utensílio é utilizado para a raspagem e retirada de emulsões de recipientes como o béquer, e para o auxílio no resfriamento das formulações.

Antes de adquirir quaisquer materiais para laboratório cosmético certifique-se da qualidade dos mesmos e certificações do fornecedor. Além disso, é importante armazená-los de forma adequada e organizada em seu laboratório. E lembre-se de manter sempre todas as vidrarias e utensílios bem limpos.

 

Você gostou desse artigo?

Espero que sim e adoraria saber sua opinião! Deixe seu comentário abaixo sobre o que você mais gostou ou até mesmo alguma crítica sobre esse artigo.

O objetivo desse artigo é contribuir para a elevação do nível técnico de profissionais da área. Para qualquer orientação procure sempre um profissional habilitado como um dermatologista ou farmacêutico.