[ vídeo ] Dica técnica #3: incorporação de ceras

Como incorporar ceras em emulsões sem perdas no processo

 

Ainda durante a Cosmetic Eurozone Expedition 2014, participei de um treinamento sobre ceras vegetais na Alemanha. Dando sequência à séria de conteúdos técnicos através de vídeos, gravei um vídeo para te ajudar a trabalhar com a incorporação de ceras vegetais e sintéticas em seu laboratório de modo fácil.

Provavelmente, ao criar um produto cosmético (uma emulsão, por exemplo) que necessita de cera vegetal ou sintética, você costuma aquecer a cera em uma fase oleosa. Provavelmente você adiciona a cera na fase oleosa e após aquecer as duas fases, costuma verter a fase oleosa sobre a aquosa. Estou certo?

Se sim, o que ocorre na maioria das vezes é que na hora de verter, parte dessa cera se solidifica e fica aderida na lateral interna do recipiente e você perde matéria-prima nesse processo.

Nesse vídeo, tenho um dica muito simples que te ajudará a ganhar agilidade e também evitar perda de matéria-prima. Assista, tenho certeza que essa solução sobre a incorporação de ceras será muito útil ao seu dia a dia no laboratório.

Aproveite a dica. Até a próxima!

 

O conteúdo do Curso Online Manipulação Cosmética conta com diversas dicas como essa para auxiliar no seu dia a dia no laboratório. Clique abaixo e conheça o curso.